Como fazer da festa de final de ano da sua empresa um sucesso

Separamos algumas dicas que vão te ajudar a organizar uma festa de final de ano incrível

Depois de um ano cheio de desafios, sua equipe cumpriu as metas e chegou o momento de comemorar. Mas, assim como em qualquer evento, organizar uma festa de final de ano empresarial demanda planejamento e, é claro, uma boa dose de esforços coletivos. Aliás, uma festa corporativa deve ser aquela em que os funcionários estão indo por sentirem-se prestigiados, e não obrigados. Por isso, separamos algumas dicas que podem te ajudar a organizar uma festa de fim de ano para sua empresa simplesmente inesquecível.

Estime o tamanho da festa
O número de participantes da festa de final de ano impacta diretamente no orçamento. Por isso, você precisa saber se serão 100, 400 ou 1000 pessoas. Além disso essa é uma informação que influencia na escolha do espaço, na contratação do buffet, na quantidade de bebidas, entre outros. Uma boa sugestão é criar um evento nas redes sociais e pedir que as pessoas confirmem ou declinem o convite. Além de gratuito, costuma ser muito eficaz. Dessa maneira, você consegue gerenciar o número de participantes da festa de final de ano, evitando estimativas acima ou abaixo do esperado.

Escolha o espaço certo
Agora, com a estimativa de participantes em mãos, chegou o momento de escolher o espaço para a festa de final de ano. O lugar onde ela será realizada é um ponto muito importante, já que pode fazer toda a diferença na experiência dos funcionários. Você pode optar por salões, sítios, restaurantes, hotéis, entre outros. Uma dica aqui é buscar a inovação. Um lugar diferenciado pode deixar os participantes ainda mais estimulados a comparecerem ao evento.

Não esqueça das bebidas
A gente sabe que empresa e bebida alcoólica, em geral, não se misturam. Mas fica muito difícil fazer uma festa de final de ano que se preze sem ela. Mas não se preocupe! Você pode adotar algumas estratégias para evitar exageros. Uma delas é liberar a bebida em maior volume apenas após o jantar. Assim você garante que, ao menos, as pessoas estão bebendo de estômago cheio. Outra ideia é encerrar a circulação das bebidas após um determinado horário.

Comida também é importante
A alimentação é outro ponto que costuma pesar bastante no orçamento de uma festa de final de ano empresarial. Aqui, você pode optar por uma refeição mais completa, com almoço ou jantar, ou escolher um buffet um pouco mais reduzido, com canapés, salgadinhos e frios, por exemplo. Para quem deseja inovar, é possível escolher um menu temático, como comida japonesa. No entanto, essa opção deve encarecer bastante a alimentação.

Familiares: sim ou não?
Essa pergunta só pode ser respondida quando pensamos em fatores como o orçamento da festa de final de ano e a cultura da empresa. É que, por mais que seja bacana levar o cônjuge e os filhos, a festa é um evento para funcionários. Nesse caso, vale conferir como foram edições anteriores das festividades. Mas lembre-se: caso o convite seja estendido à família, é importante pensar em atrações que entretenham as crianças, já que elas ficam entediadas com facilidade.

Quais serão as atrações?
Qualquer festa de final de ano que se preze precisa ter atrações. Afinal, elas ajudam a dar o espírito do evento. Um bom começo é definir quem será responsável pela música: uma banda ou um DJ? A partir daí, vale soltar a imaginação: mágicos, bartenders, serviços de foto com fantasia, entre outros. Mas, para quem quer entreter os funcionários, mas precisa reduzir custos, uma boa opção é investir nos talentos de casa.  Sempre tem aquele executivo que tem banda, ou ataca de DJ nas horas vagas.

Estimule as pessoas a comparecerem
Não adianta apenas criar o evento nas redes sociais e mandar aquele e-mail geral avisando da festa de final de ano. Se você quer que os funcionários se animem, trabalhe a expectativa deles. Por isso, a cada nova informação fechada (local, DJ e etc), compartilhe com eles pelas redes sociais. Uma boa ideia também é promover concursos e sorteios.

Integre sua equipe
Algumas empresas parecem verdadeiras filiais de filmes adolescentes: são cheias de panelinhas. E fica muito chato quando, na festa de final de ano, elas simplesmente não se misturam. Por isso, vale a pena investir em atividades de integração entre esses grupos. Além de ajudar a integrar essas pessoas, essa pode ser uma ótima ferramenta para diretores e gerentes também se aproximarem.

Tags

Compartilhar

© 2017. Cia dos Sítios. Desenvolvido por R&D Marketing Digital.